Desenvolvimento com tecnologia Microsoft e Interoperabilidade
Twitter: @vbs_br
Facebook: vbatistadesouza
LinkedIn: viniciusbatista

Novidades do Build

Esse Build foi muito especial, primeiro por ser o primeiro Build do novo CEO da Microsoft Satya Nadela e segundo por ser o primeiro Build com a nova visão da Microsoft focando Devices e Serviços.

Foi um evento ímpar também para nós da Microsoft Brasil, pois pela primeira vez levamos uma grupo de pessoas da comunidade para o evento, veja os influenciadores Caravana Brasileira no Build. Fiquei muito contente com a participação e com o nível de discussão que tivemos durante o evento. Estou subindo os vídeos do evento no Channel 9 – http://channel9.msdn.com/Blogs/Brasil-Desenvolvimento, deem uma olhada no que rolou e que pude registrar.

Caravana Brasileira no Build

Da esquerda para a direita Leonardo Bessa, Edson Yanaga, Vinícius Senger, Yara Senger, Vinícius Souza e Renato Valente

Como era de se esperar tivemos muitas novidades, tanto para consumidores finais exercitando os nossos músculos sobre o tema Gadget como para os desenvolvedores e profissionais de TI.

No primeiro dia tivemos um foque no lançamento do novo Windows Phone 8.1, no update do Windows 8.1, em Universal Apps, IoT (Internet of Things), WinJS agora um projeto OpenSource para múltiplas plataformas entre outros.

Do ponto de vista de consumidor de tecnologia fiquei muito feliz com o anúncio de novos fabricantes como Foxconn, Gionee, Lava(Xolo), Lenovo, LG, Longcheer, JSR, Karbonn e ZTE além dos atuais Nokia, HTC e Samsung. Além é claro do anuncio no novo sistema operacional, Windows Phone 8.1 que trouxe várias melhorias e funcionalidades como a Cortana (falaremos mais sobre a Cortana), Central de notificações, Itens de consumo duráveis, teclado Swype e coluna extra de tiles na home, salvar aplicativos no cartão SD ( \o/ ) e muito mais. Veja tudo que foi anunciado sobre o Windows Phone aqui.

Quando falamos de segurança, principalmente quando levamos o dispositivo para a empresa ou para o mundo corporativo temos a implementação de VPN e os e-mail assinados. Isso mesmo, hoje com o Windows Phone 8.1 é possível escrever e-mail e assiná-los no próprio celular.

Cortana
Apesar de diversos anúncios e demos realizados, a Cortana foi a funcionalidade que a audiência do evento mais gostou. A Cortana é uma secretária pessoal disponível no seu bolso, com ela você pode agendar compromissos, executar aplicativos, fazer buscas no celular ou na Web e se divertir… Faça esse teste, depois de atualizar o seu S.O. pergunte para a Cortana “Who is your father?” (somente no idioma inglês, por enquanto).

Joe Belfiore apresentando o Cortana no Build 2014

Joe Belfiore apresentando o Cortana no Build 2014

O que gostei mais da Cortana, é o fato de termos API aberta para incluir a funcionalidade para nossos aplicativos,  por exemplo, podemos desenvolver um aplicativo de rotas de ônibus na cidade e dar o seguinte comando: “AppRotaDeOnibusDoVini: Qual a melhor rota até a Microsoft” e o meu aplicativo será inicializado recebendo os parâmetros de entrada reconhecidos pelo Cortana.

Comando de voz nos aplicativos suportados pela Cortana

Comando de voz nos aplicativos suportados pela Cortana

Quem acabou de comprar um telefone com o Windows Phone 8, pode ficar tranquilo o update para o Windows Phone 8.1 vai funcionar em todos os dispositivos com o Windows Phone 8.

Outro anuncio interessante foi o anuncio de devices Dual Chip (duplo chip), onde é possível ter dois SIM cards (operadoras diferentes ou não) para fazer ligações. Até aqui nenhuma novidade, mas o que ahei mais legal foi dar para o usuário na própria agenda a opção de escolher para cada contado qual Chip (ou Sim Card) utilizar.
Ainda na mesma família de devices os Lumias 630 e 635 foi anunciado a inclusão de novos sensores de baixo consumo de energia para aplicativos de consumo de calorias.

universal Windows apps

Ainda Falando sobre desenvolvimento tivemos o grande anuncio das universal Windows apps, indo além do unificação da Linguagem Visual já presente com a Modern UI (Windows – Windows Phone – Xbox), agora compartilhamos ainda mais código. Utilizando esse novo conceito de aplicativos (Template disponível no Update 2 RC do Visual Studio 13) desenvolvedores que já desenvolveram aplicativos para o Windows 8.1 vão conseguir criar uma nova versão do aplicativo para Windows Phone 8.1 sem muito esforço aproveitando o código desenvolvido e se você já desenvolveu um aplicativo para Windows Phone 8 pode utilizar o mesmo código e de quebra ter acesso a novas funcionalidades quando desenvolve para o Windows Phone 8.1. A Unity disponibilizou em seu site a versão beta do Unity 4, suportando Windows Phone e universal Windows app.

Update 1 do Windows 8.1

Além do Windows Phone 8.1 foi anunciado o update do Windows 8.1, com esse update a experiência do usuário utilizando o Mouse e teclado teve uma grande melhora. Aumentando a produtividade para os computadores sem suporte a toque e mesmo aqueles que possuem suporte a toque quando utilizamos o mouse. Já estou utilizando a algum tempo e recomendo, ficou muito mais fácil trabalhar com o Mouse.

Internet of Things

Sendo um hobbysta no desenvolvimento de software para hardwares embarcados como Arduino, esse foi um anúncio muito interessante de onde podemos ter o Windows rodando para fazer a programação de hardwares como o Galileo da Intel. Veja mais no site Windows On devices.

Intel Galileo

Intel Galileo

No Build tivemos a apresentação do Hardware e uma demo muito legal que lembrou o tempo de infância com o filme Quero ser grande, estrelando Tom Hanks, onde ele tocava utilizando um teclado. Veja o teclado da demo aqui

Eu brincando com o teclado

Eu brincando com o teclado

Encerramento com o Satya
O fim do keynote contou com a presença do novo CEO da Microsoft comentando algumas novidades e respondendo algumas perguntas, muito legal a forma como ele se apresentou. Eu e o pessoal pensávamos que poderíamos ter a presença do Bill Gates também, foi o único CEO da Microsoft e o que mais marcou a minha vida e de muitos de vocês que ainda não tive a oportunidade de ver pessoalmente.

Fim do primeiro dia
Depois de um dia fantástico acompanhando o evento junto com os amigos da comunidade Java, Startups e Mobile Caravana Brasileira no Build tive o prazer de conhecer o Joe Belfiore e os amigos no INdT – Institu Nokia de Tecnologia.

Da esquerda para direita @vbs_br, @frreira, @joebelfiore, INdT, @yarasenger, @yanaga

Da esquerda para direita @vbs_br, @frreira, @joebelfiore, INdT, @yarasenger, @yanaga

 

Segundo dia de Build

O Segundo dia não ficou devendo em nada para o segundo, tivemos a presença de Scott Guthrie muito conhecido pela comunidade ASP.NET e que vem trabalhando com o Microsoft Azure a uns dois anos e que foi um dos maiores responsáveis pela quantidade de novas funcionalidades anunciadas no Azure.

Depois de dar as boas vindas para a audiência Scott apresentou os números do Azure, as 16 regiões  do Microsoft Azure (incluindo a anunciada no Brasil) e é claro novas funcionalidades que irei comentar.

Os números do Azure

Em um dos primeiros slides do Scott ele apresentou os números de utilização do Azure, em seguida foram apresentados os cases como a recente utilização do Azure nas olímpiadas de inverno em Sochi, utilizando Windows Azure Mobile Services pela NBC Sports.

Os números da utilização do Azure no streaming de vídeo para as olimpíadas de inverno são impressionantes:

+100 Milhões de pessoas consumiram algum vídeo em alta definição

+6.000 horas de vídeo

22 países em 4 continentes

Incluindo 204 canais de streaming ao vivo, veja esse artigo com mais informações sobre o case.

Microsoft Azure By Numbers

Microsoft Azure By Numbers

Web Sites

A primeira funcionalidade que gostaria de comentar com vocês foi o anúncio de suporte a Java para o Websites, isso mesmo. Agora podemos subir uma Web App em Java utilizando o WebSites.

  • Java 1.7.0_51 – Java runtime suportada por padrão
  • Tomcat 7.0.50 – Java container por padrão
  • Jetty 9.1.0

Você pode configurar a versão do Java Runtime  assim como os containers da sua aplicação utilizando o portal ou ainda as API de gerenciamento. Para ver a fundo essa funcionalidade veja esse artigo no blog do Azure.

Essa é apenas um dos anúncios, que deixou os influenciadores Java muito felizes, veja abaixo o que mais fora anunciado.

Microsoft Azure Web Sites

Microsoft Azure Web Sites

 

IaaS – Infraestrutura como serviço

No build foi anunciado algumas funcionalidades que á estavam presente no Azure como Preview e que agora entraram para GA – General Availability (ou em produção) como Auto Escale, escala automática baseada em limite de CPU e quantidade de mensagens no disponível na fila do Azure Storage.

Anúncios sobre IaaS - Máquinas Virtuais

Anúncios sobre IaaS - Máquinas Virtuais

Outras funcionalidades que foram anunciadas, foi a nossa parceria com o Puppet, Chef e Vagrant para o cenário crescente de DevOps utilizando tecnologias OpenSource. Hoje está disponível máquinas virtuais com o agente (puppet ou chef) instalados para fazer o gerenciamento das máquinas virtuais. Aléms das máquinas virtuais com o agente instalado temos uma imagens Ubuntu configurada rodando o Puppet Master.

Fiz uma demo com a instalação do Puppet Master em uma máquina Linux, configurando uma aplicação Web no Windows, minha experiência com o Puppet foi muito interessante. Esse será um assunto para um próximo artigo, estou compilando esse material e em breve vou postar o artigo aqui e no Porta 25.

Mobile Services

Outra funcionalidade do Azure que teve muitos anúncios foi o Mobile Services das principais eu gostaria de destacar o suporte a .NET para os serviços de Backend (antes somente com Node.JS) via WebAPI, Single Sign On com o AD incluindo suporte para o iOS e Android.

Gostei de todas eles, mas a que realmente chamou minha atenção foi o Offline Data Sync. O Offline Data Synch cobre uma necessidade comum para os desenvolvedores mobile, que é a realização de sincronia dos dados geridos pela app quando essa não está fazendo uso da internet. Se levarmos em conta a nossa infraestrutura de 3G e é um cenário MUITO interessante.

Geralmente até por falta de uma ferramenta de Offline Data Sync alguns Developers tem que implementar algum mecanismo de sincronia ou simplesmente quando detectada a falta de conexão com a nuvem a App para de funcionar, o que pode ser um tanto quando frustrante para o usuário.

Lançamentos do Mobile Services no Build

Lançamentos do Mobile Services no Build

 

Outros anúncios importante do Azure

Tivemos muitos anúncios do Azure durante o evento o que foi realmente muito empolgante, além da tecnologia em si, o Scott Guthrie manda muito bem no palco. O Scott mantém um blog onde divulga os lançamentos do Microsoft Azure, que acontecem de 3 a 4 meses em média, que recomendo fortemente a leitura, segue o link http://weblogs.asp.net/scottgu.

Open Source

Esse foi o Build do Open Source , durante o evento tivemos vários anúncios de projetos Open Source e um deles o Roslyn foi disponibilizado para o público no palco, o Roslyn é um compilador C# escrito em C# e que está disponível no Codeplex, o portal de projetos open source mantido pela Microsoft, através do link http://roslyn.codeplex.com/.

Mas tivemos outros anúncios interessantes, como a disponibilização do Win.JS no GitHub – https://github.com/winjs/winjs/ com suporte a outras plataformas. Para quem não conhece o WinJS é uma biblioteca JavaScript desenvolvida a priori para a plataforma Windows 8 no desenvolvimento de aplicativos HTML5. Confira a biblioteca em ação http://try.buildwinjs.com/ e veja mais sobre esse projeto no link http://blogs.windows.com/windows/b/buildingapps/archive/2014/04/02/bringing-winjs-cross-platform-and-open-source.aspx.

Além dos projetos Open Source disponibilizados no evento foram mencionadas parcerias e suportes a outras plataformas como as mencionadas anteriormente, com o Puppet, Chef, Vagrant, Java, iOS, Android e etc.

Para quem não tem acompanhado a Microsoft nos últimos anos estas foram, esse Build foi a confirmação de como mudamos e estamos mais e mais abertos. :)

.NET Fundation

No evento foi anunciado também a criação do .NET Foundation, uma fundação que vai manter os projetos OpenSource baseados no .NET. A importância de se ter uma fundação por trás dos projetos é a garantia de os projetos não vão simplesmente desaparecer. Quem já teve essa experiência sabe o quão frustrante é utilizar uma library OpenSource no projeto e depois ter um retrabalho gigante por conta da falta de continuidade, nisso temos que agradecer o pessoal da Apache Fundation, que mantem muitos projetos.

Seguindo essa mesma linha é que a Microsoft juntamente com a Microsoft Open Technologies (MSOpenTech) fundou a .NET Fundation, deem uma olhada no site http://www.dotnetfoundation.org para conhecer mais o projeto.

.NET Fundation

.NET Fundation

 

Conclusão

A experiência do Build foi algo fora do comum em diferentes aspectos, o principal foi a qualidade dos palestrantes e do conteúdo que foram apresentados, escrevendo agora lembrei de um comentário do Vinícius Senger (Globalcode). “- Nossa Vini, esse caras são densos hein!”. Para ter uma ideia do que estou falando confira as gravações disponíveis no Channel 9 – http://channel9.msdn.com/Events/Build/2014.

Outro ponto que vale ressaltar foi o investimento realizado pelo meu time da Microsoft Brasil de levar os influenciadores não-Microsoft para o Build, o pessoal gostou muito do evento e de quebra fiz novas amizades que ultrapassam as barreiras da tecnologia.

Término do build - Despedida da Caravana Brasileira

Término do build - Despedida da Caravana Brasileira

Obrigado pessoal pela parceria e pelo tempo de vocês.

Abraço,

Vinícius.

 

No comments

Trackbacks/Pingbacks

  1. Por que esta edição da Build Conference foi especial | Porta 25 - [...] um post detalhando todas as novidades que valem destaque, tanto do meu ponto de vista de especialista em TI, …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>